pauloresize

CONFIANÇA PARA A PRÓXIMA FASE

18 abril 2018

Na noite desta quarta-feira (18), o Tianjin Quanjian enfrentou o Kashiwa Reysol na última ronda da fase de grupos da AFC Champions League.

Com a classificação para a fase de eliminatórias garantida, Paulo Sousa optou por entrar em campo com algumas alterações no seu onze e, apesar das poupanças, conseguiu garantir uma vitória por 3-2. O resultado foi importante para mostrar a profundidade e força do plantel do Tianjin Quanjian, que segue com confiança redobrada rumo à próxima fase da competição continental.

O primeiro confronto entre as duas equipas, no passado dia 20 de fevereiro, terminou empatado 1-1 e o duelo voltou a ser bastante equilibrado nesta quarta-feira.

De um lado, o onze “misto” do Tianjin mostrava determinação para vencer e lutar pelo primeiro lugar do grupo; do outro, o Kashiwa provava que – mesmo matematicamente desclassificado – não iria vender fácil a vitória à fomação chinesa.

Com a classificação conquistada na partida contra o Kitchee (1-0), na penúltima ronda da fase de grupos, Paulo Sousa aproveitou a oportunidade para utilizar alguns dos jogadores menos utilizados e fazer novas experiências.

O treinador, que está a dar à equipa rotinas na formação 3-4-5-1, surpreendeu com a utilização de um 4-4-1-1. Yang Xu foi o jogador de referência no ataque, acompanhado por Alexandre Pato que criava jogadas de frente para a defesa adversária.

O esquema mostrou-se eficaz logo na primeira parte, quando, aos 24 minutos, o capitão de equipa, Zhao Xuri, aproveitou um cruzamento para inaugurar o marcador. Aos 30 minutos, Zhao Xuri, em noite inspirada, voltaria a marcar, colocando o resultado em 2-0. Com 38 minutos disputados, Kei Koizumi diminuiu a vantagem da equipa chinesa.

No segundo tempo, o Kashiwa Reysol entrou mais focado, sendo que os primeiros 10 minutos de jogo foram de amplo domínio dos japoneses. Porém, aos 64 minutos, Yang Xu aproveitou um belíssimo cruzamento de Chu Jinzhao para ampliar o resultado. O Reysol voltaria a diminuir o marcador, por Yusuke Segawa, aos 69 minutos, fazendo o 3-2 que se manteve até ao final da partida.

Com o resultado, a equipa de Paulo Sousa consagrou-se como o clube chinês que mais pontuou na fase de grupos da Champions League nesta temporada, com 13 pontos. Para além deste feito, o Tianjin Quanjian conseguiam também ser a segunda equipa com maior número de golos marcados.

O técnico português demonstrou orgulho de sua equipa: “O Tianjin Quanjian é um dos três clubes que conseguiu avançar para a fase de eliminatórias da AFC Champions League na sua primeira participação na competição”, disse.

Os jogadores voltam a jogar na prova continental no próximo dia 8 de maio, enfrentando em casa o Guangzhou Evergrande nos oitavos de final da competição.

 

Onze do Tianjin Quanjian e substituições:

Sun Qibin, Chu Jinzhao, Wang Jie, Kwon Kyung-Won e Mi Haolun (Sun Ke, 74’); Wang Xiaolong, Zhao Xuri, Pei Shuai (Junjie Wen, 90’) e Su Yuanjie (Zhang Cheng, 86’); Alexandre Pato e Yang Xu.

 

 

Este artigo foi publicado pela Equipa de Redatores de Paulo MCD Sousa
Foto: Arquivo Pessoal de Paulo Sousa

Condividi